Connect with us

Coronavírus

CoronaVac deve estar disponível para vacinação em janeiro, diz Butantan

O governo de São Paulo recebeu hoje um novo lote com 600 litros de insumos para fabricação da vacina.

Publicado

dia

Itamar Crispim/Fiocruz

A CoronaVac, vacina contra covid-19 produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, deve estar disponível para ser aplicada na população em janeiro de 2021. A afirmação foi feita nesta manhã, 3, pelo diretor do órgão, Dimas Covas

“A vacina estará disponível e o registro na Anvisa, acredito eu, também estará disponível. Então, poderemos iniciar um programa em janeiro, acredito, de vacinação”, disse em entrevista à GloboNews.

O diretor do Instituto Butantan também afirmou que a vacina está muito próxima de obter o registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e descartou a necessidade de solicitação para uso emergencial.

O imunizante se encontra na fase final de testes clínicos em humanos no Brasil e deverá ter os resultados de eficácia anunciados ainda na primeira quinzena de dezembro.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE



O governo de São Paulo firmou acordo para a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac e para a transferência de tecnologia para o Instituto Butantan fabricar o imunizante.

Crédito: Divulgação/GESP 
São Paulo recebeu hoje um novo lote com 600 litros de insumos para fabricação CoronaVac

Doses da CoronaVac

governo de São Paulo recebeu nesta manhã 600 litros a granel da vacina Coronavac, o que corresponde a um milhão de doses. Com esta remessa já são 1,2 milhão doses enviadas pela farmacêutica chinesa Sinovac ao estado.

A vacina a granel veio em um voo comercial da Swiss Air Lines que fez escala em Zurique (Suíça), antes do desembarque no aeroporto internacional de Guarulhos.

O insumo foi acondicionado em três bags de 200 litros cada, colocados em um equipamento refrigerado a temperaturas de 2 ºC a 8 ºC. A matéria-prima será envasada pelo Butantan em frascos multidoses, conforme a configuração utilizada nas campanhas de vacinação do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O processo de envase desta primeira remessa de insumos deve levar de quatro a sete dias e envolverá, diretamente, cerca de 40 colaboradores do Butantan. A produção será ininterrupta.

O lote ainda passará por testes que vão aferir e validar a qualidade do produto e também do processo produtivo.

Já a disponibilização para a população ocorrerá somente após a comprovação da eficácia, que deverá acontecer após a conclusão da terceira fase dos estudos clínicos e posterior aprovação e registro por parte da Anvisa.

Fonte: Catraca Livre

Veja Mais
Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks

Coronavírus

Vereador Gilvan Alves propõe a criação de comissão especial de enfrentamento ao coronavírus

Publicado

dia

O vereador Gilvan Alves, PP, propôs a criação de Comissão Especial de Enfrentamento à Covid-19, na Câmara Municipal, nesta sexta-feira, 05.

O objetivo da comissão é a atuação coordenada de um grupo de trabalho com a finalidade de fiscalizar e propor ações de combate ao Coronavírus pelo Poder Público no âmbito do município de Morro do Chapéu. A Comissão especial também deve se dedicar à discussão de ações que minimizem os impactos econômicos e sociais que a pandemia tem causado.

Para Gilvan, “A comissão será também mais um elo de comunicação entre o Poder Legislativo e o Poder Executivo. Pretendemos propor ações e parcerias. Nós queremos discutir não só as medidas de enfrentamento ao vírus, mas também os impactos que essas medidas trazem na nossa economia e como equilibrar as ações que promovem o distanciamento social com a atividade econômica”.

A comissão também irá fiscalizar o cumprimento do plano municipal de vacinação, da política de testagem da população e do cumprimento dos serviços de saúde, com especial atenção ao CENTRO DE TRATAMENTO COVID-19, instatalado na UPA – Unidade de Pronto Atendimento

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE



Para acriação da comissão, foi apresentado um requerimento à Mesa Diretora da Câmara, que também foi assinado pelos vereadores Ivanete Machado – PL, Luciano Lula – PcdoB, Derlúcia P. de Souza – PDT, Bethânia Araújo – AVANTE, Luciano Rocha – PDT, Eloy Falcão – PL, André Valois – PL e Amaurí Silva – PL.

Com o requerimento aprovado, os vereadores Gillvan Alves, Ivanete Machado e Derlúcia P. de Souza foram indicados para a composição do grupo de trabalho.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Vereador Gilvan Alves da Silva.

Veja Mais

ARQUIVO WM

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x