Connect with us

Educação

Saiba como reduzir o uso de celular pelas crianças

Dá para manter as telas de forma saudável, sem que isso traga impactos negativos para seu filho.

Publicado

dia

Crédito: Kaku Nguyen / Pexels

Com rotinas cada vez mais corridas, mães e pais se desdobram para dar conta de trabalho, afazeres domésticos, administração da alimentação familiar e, ainda, dos cuidados com os pequenos. No contexto de distanciamento social causado pela pandemia da covid-19, o desafio é ainda maior, já que as crianças estão em casa 24 horas por dia e os pais, muitas vezes, trabalhando no modelo home office.

Diante de tudo isso, celulares e outras telas surgem como grandes aliados. Afinal, são uma das distrações preferidas dos pequenos. O blog Novos Alunos, do SEB (Sistema Educacional Brasileiro), reúne dicas sobre como reduzir o uso do celular pelas crianças.

Como promover essa redução do uso do celular?

Como você viu, o excesso de telas traz consequências amplas na saúde física, mental e emocional dos pequenos. A SBP recomenda que crianças menores de 2 anos não sejam expostas a celulares sem necessidade, além de orientar os seguintes limites de uso livre, isto é, que não seja para atividades pedagógicas:

  • entre 2 e 5 anos — 1 hora/dia;
  • entre 6 e 10 anos — 1 a 2 horas/dia;
  • entre 11 e 18 anos — 2 a 3 horas/dia;

Ainda, a SBP recomenda que não sejam usadas telas durante as refeições e que os pequenos fiquem desconectados por pelo menos 2 horas antes de dormir. A seguir, veja algumas dicas sobre como reduzir o uso de celular pelas crianças!

Converse e proponha acordos

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE



O primeiro passo para reduzir o uso de celular pelas crianças é conversar muito. Não adianta proibir sem explicar o porquê — isso só gerará frustração nos pequenos. É importante ter diálogos francos, explicar os efeitos negativos do uso de celulares em linguagem adequada para a idade e propor acordos com horários limitados.

Combine locais da casa livres de telas

Converse com os pequenos e definam os locais da casa onde as telas são proibidas — até mesmo para os pais. Por exemplo, a varanda, a mesa de jantar e os quartos de dormir. Assim, essas zonas serão resguardadas e dedicadas exclusivamente à interação familiar, às refeições e ao sono de qualidade.

Prefira a televisão aos celulares

As orientações da SBP podem ser difíceis de cumprir; portanto, para reduzir os impactos da exposição às telas, uma alternativa é preferir a televisão ao celular. Os pequenos ficam menos focados em desenhos passando na TV do que em apps e jogos no smartphone. Por isso, há mais chances de se distraírem com outros afazeres, como brinquedos e livros de colorir.

Organize a rotina da casa

Muitas vezes, o uso excessivo do celular pelas crianças é estimulado pelos pais para dar conta dos afazeres. Por isso, a última dica é organizar a própria rotina para não recorrer aos celulares como uma solução para distrair os pequenos em momentos de correria, sem contar que a previsibilidade ajuda a controlar a ansiedade. Algumas dicas são:

  • manter os compromissos em dia;
  • estipular horários para as atividades da casa, como refeições e sono;
  • revezar os cuidados com os filhos;
  • dividir afazeres domésticos no decorrer da semana;
  • planejar atividades físicas e outras brincadeiras offline.

Fonte: Catraca Livre.

Veja Mais
Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks

Educação

Ufba mantém suspensão de atividades presenciais e anuncia outro semestre online

A decisão foi tomada pelo Conselho Universitário (Consuni), que se reuniu nos dias 23 e 27 de novembro.

Publicado

dia

Por

📷 Foto: Reprodução

As atividades começam no dia 22 de fevereiro e vão até 22 de junho de 2021

A Universidade Federal da Bahia (Ufba) decidiu manter a suspensão das atividades presenciais no próximo ano e definiu que o próximo semestre também será online. As atividades começam no dia 22 de fevereiro e vão até 22 de junho.

A decisão foi tomada pelo Conselho Universitário (Consuni), que se reuniu nos dias 23 e 27 de novembro. Segundo nota divulgada pela universidade, o semestre online deve seguir as mesmas diretrizes do semestre letivo suplementar realizado neste ano, mas terá caráter especial, pois a oferta de disciplinas não poderá ser normal, mas será definida novamente pelos colegiados de cursos.

Assim como no semestre suplementar, o semestre 2021.1 não contará para o tempo máximo de conclusão dos cursos, e será permitido o trancamento dos cursos a qualquer tempo, tendo em vista que boa parte do corpo discente não reúne condições adequadas de estudo em casa.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE



O próximo semestre será registrado como 2021.1. “O Consuni decidiu pelo trancamento especial, para todos os estudantes, dos dois semestres regulares não realizados, expediente semelhante ao já utilizado pela UFBA em 2004, devido a uma extensa greve”, detalha a nota divulgada pela Ufba.

Fonte: Correio24

Veja Mais

ARQUIVO WM

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x