Connect with us

Saúde

Conhecer o agir da ansiedade e da raiva evita o mal-estar físico e mental!

Publicado

dia

Arte Visual: Olívio Brito/WMNEWS

Você já pensou como a raiva e a ansiedade podem andar juntas? Apesar de serem emoções distintas, elas podem interagir de diversas formas e uma potencializar a outra. Se entendermos essas interações, podemos evitar o clímax dessas emoções, sofrendo menos e, consequentemente, lidando melhor com a situação e com nós mesmos.

Em meio ao crescimento exponencial de infecções e mortes por Covid-19 no Brasil, nos tornamos reféns dos nossos próprios pensamentos. E, muitas vezes, somos dominados pela ansiedade e/ou raiva, no entanto, é importante dizer que ansiedade é uma emoção e todos nós iremos sentir, a questão é quando essa ansiedade ultrapassa o nível normativo ou começa ser disfuncional ao invés dela te ajudar, ou trazer uma funcionalidade ela começa te prejudicar.

Como o isolamento social pode afetar a saúde mental das pessoas?

Nós somos seres essencialmente sociais, o nosso estilo de vida e as relações que construímos contribui diretamente para a manutenção da nossa saúde mental. Assim, vivenciar as mudanças radicais que vem acontecendo devido a pandemia, tem exigido um grande esforço para grande parte das pessoas. O isolamento social que se apresenta enquanto a melhor ferramenta de cuidado nesse momento, como todo remédio também tem efeitos colaterais. Na medida em que se apresenta eficaz na proteção contra o novo vírus, por outro lado modifica muito a nossa forma de viver, podendo intensificar o estado de solidão, potencializar conflitos relacionais, desencadear impressão de impotência e perda de controle, elevando os níveis de estresse, e causando sensações de depressão e ansiedade afetando de forma drástica a nossa saúde mental.

Identificar os sentimentos ajuda a lidar com eles

O que sentimos ensina muito sobre nós mesmos, são caminhos para um enfrentamento de nosso inconsciente. Sentir raiva ou ansiedade é ser afetado por algo que não está necessariamente posto em palavras, mas isso não quer dizer que essas experiências não falem por outros meios, que não exponham algum tipo de verdade que ainda não foi bem dita. Em vez, portanto, de considerar que esses afetos são resultantes de qualquer tipo de desarmonia na produção de substâncias em nossos cérebros ou corpos, se pergunte sobre o que poderia, nessas circunstâncias, estar causando raiva ou ansiedade.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE



Transformar a ansiedade e a raiva em enigmas a serem questionados e assumirmos a responsabilidade de não evitar esse aprendizado é uma apropriação que faremos de nossa própria história. O sofrimento tende se repetir em sua forma e conteúdo e é por meio de nossas análises e descobertas dos nossos afetos e padrões de comportamento que podemos interferir em como direcionar os sentimentos e minimizar nossas dores.

4 dicas para controlar ansiedade e raiva:

  • Identificar os gatilhos da ansiedade e/ou raiva, ou seja, o que está causando esse sintoma?.
  • Respirar de forma consciente, a respiração diafragmática ajuda a equilibrar as emoções. Invista em meditação e Yoga.
  • Faça exercícios físicos, mesmo que em casa, diante das suas condições, um alongamento de 20 min já pode te ajudar.
  • Busque atividades prazerosas, faça algo novo, descubra uma habilidade nova. Encontre um hobby.

Acompanhamento:

Mesmo com a quarentena os serviços de saúde do município não pararam. Eles seguem com uma nova organização, mas os acompanhamentos e atendimentos continuam.

Onde o paciente pode buscar ajuda?

No município de Morro do Chapéu, as pessoas poderão buscar ajuda nas Unidades Básicas de Saúde, no Centro de Atenção psicossocial (CAPS) e no Centro de especialidades.

Veja Mais
Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks

Brasil

Última cidade sem Covid-19 no Brasil registra dois primeiros casos

Segundo relatório da Secretaria de Estado de Saúde (SES), dos dois casos de Covid-19 confirmados na cidade, um paciente segue em observação, e o outro já se recuperou da doença.

Publicado

dia

Por

Foto: Douglas Magno / AFP

A primeira notificação foi registrada no domingo no painel de controle do estado

Quase 10 meses depois desde o 1º caso oficial do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil , a doença foi registrada em todos os 5.570 municípios. No último domingo (13) a cidade de Cedro do Abaeté, em Minas Gerais, confirmou dois casos da doença e completou a estatística, deixando de ser a única do Brasil sem Covid-19.

Segundo relatório da Secretaria de Estado de Saúde (SES), dos dois casos de Covid-19 confirmados na cidade, um paciente segue em observação, e o outro já se recuperou da doença.


A pandemia do coronavírus já deixou mais de 181.000 mortos no Brasil e quase 7 milhões de casos.


CONTINUA APÓS PUBLICIDADE



Minas Gerais, com 21,2 milhões de habitantes, é o segundo estado mais populoso do país e o terceiro em número de mortes, com 10.701, superado por São Paulo e Rio de Janeiro. É também o segundo em número de casos, com 468.000 contágios.

Fonte: Carta Capital e IG

Veja Mais

ARQUIVO WM

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x